Tratamentos

1/6

PRÉ-NATAL ODONTOLÓGICO

A gestação é um período único na vida de uma mulher. É um momento que precisa ser curtido com muita responsabilidade, afinal de contas, as atitudes da gestante podem repercutir em seu feto. 

Visitar o dentista para prevenir e/ou resolver alterações bucais, como cárie, inflamação gengival ou infecções periodontais que são consideradas fatores de risco para complicações obstétricas, garante conforto para a mãe e saúde para o bebê.

 

ATENDIMENTO A RECÉM-NASCIDOS

A primeira consulta da criança deve ser realizada durante os primeiros dias de vida da criança. Esta consulta serve para estabelecer um programa preventivo de saúde oral e alertar pais e cuidadores para hábitos que podem ser nocivos à futura dentição da criança.

Além disto, existem diversas situações onde a visita ao dentista precisa ser imediatamente após o nascimento, dentre elas:

 

CRIANÇAS QUE NASCEM COM DENTES

Esta criança precisa de um Odontopediatra neonatal para avaliar a situação de forma delicada e minuciosa. A tendência é sempre tentar manter os dentes (que costumam ser os dentes de leite), mesmo que apresentem certa mobilidade.

CRIANÇAS COM FREIO DE LÍNGUA ALTERADO

O "Teste da Linguinha" é uma lei federal (13.002/14) que exige que todas as Maternidades do Brasil realizem o exame de mobilidade lingual nas primeiras 48 horas de vida dos recém-nascidos. Um dos principais objetivos é minimizar as chances de desmame precoce pela língua presa. Nossos profissionais são altamente capacitados para o diagnóstico adequado e, principalmente, para operar adequadamente os bebês que necessitarem. 

CISTOS NA MUCOSA BUCAL

Dependendo da região em que acontecem, os pais ficam preocupados. A avaliação do profissional é necessária para diagnosticar corretamente e sugerir o tratamento, caso necessário. 

CISTOS DE GLÂNDULAS SALIVARES

Casos como este podem precisar de cirurgia ou somente acompanhamento.  

ATENDIMENTO A BEBÊS

É no primeiro ano de vida que se estabelecem os hábitos de higiene bucal, amamentação e alimentação. Nesta fase, alguns bebês podem apresentar cárie, gengivite, e problemas de mordida! Mas tudo isto pode ser prevenido e evitado com uma primeira consulta ao dentista especializado. 

 

A ESCOVAÇÃO DE DENTES NO BEBÊ

A partir do momento em que o primeiro dentinho nasce, em média aos 6 meses de idade, é fundamental que os pais sejam orientados sobre como prevenir Cárie e gengivite, por meio de uma consulta minuciosamente preparada por especialistas. 

MEU BEBÊ CHUPETA O DEDO: E AGORA?

Essa condição é muito comum e precisa ser tratada com orientações adequadas. Os especialistas em bebês analisarão cada caso familiar para poder orientar os pais sobre como acompanhar ou estimular a remoção do hábito. Tudo depende de cada família, sendo fundamental analisar os aspectos psicológicos envolvidos.

MEU BEBÊ PEGOU A CHUPETA: E AGORA?

Acalme-se, mas ao mesmo procure por orientações adequadas.
Esse é um assunto extremamente delicado que deve ser cuidado por especialistas. As associações brasileiras e internacionais de pediatria e odontopediatria são nossas referências para podermos conversar com
os pais sobre isso.

A OFERTA DOS AÇÚCARES AOS BEBÊS

Esse dilema é antigo e o mais importante a ser conversado na consulta com o Odontopediatra. É extremamente relevante os pais entenderem como inserir ou mesmo aceitar o uso de carboidratos sem aumentar os riscos de doenças sistêmicas (diabetes, obesidade) e bucais (cárie). No entanto, em se tratando de bebês, a OMS indica evitar a inserção de açúcares refinados de qualquer gênero até os 2 anos de idade. 

O COMPORTAMENTO DO BEBÊ NA CONSULTA

É importante que os pais escolham a equipe adequada e confiem nela.
O comportamento de bebês normalmente é de imaturidade ao simples exame clínico ou mesmo durante o tratamento. Mas tudo isso é muito explicado aos responsáveis na consulta. O cuidado, preparo e carinho dos profissionais serão fundamentais.

ATENDIMENTO INFANTO-JUVENIL

Uma boa saúde bucal garante desenvolvimento adequado da criança e do adolescente.

 

AS CRIANÇAS - A PARTIR DOS 3 ANOS

A partir dos 3 ou 4 anos, nossos clientes mirins passam a se comportar como "adultos". A maturidade está se aproximando e os exames e até tratamentos necessários costumam ser mais tranquilos para o profissional e para os pais. Mas o importante é que os responsáveis escolham adequadamente e equipe de profissionais que cuidará dos seus filhos.

VISITA AO DENTISTA NA ADOLESCÊNCIA

Os adolescentes merecem muito estudo para serem tratados. Nessa fase as alterações hormonais modificam as condições bucais, gengivas e psicológicas. Dessa forma o profissional precisa estar preparado para lidar com isso, assim como realizar os tratamentos específicos e comuns nessa faixa etária (uso de aparelhos, remoção de dentes do siso, estética, dentre outros).

 

ORTOPEDIA E ORTODONTIA

São duas especialidades diferentes pelo Conselho Federal de Odontologia. Ter profissionais capacitados nas duas áreas é fundamental para que possamos atender crianças desde os 3 anos até o final da adolescência.

Endereço

Rua Antônio Lapa, 1032 Cambuí, Campinas

São Paulo-SP

Telefone para pacientes
+55 19 3579.2904
 
WhatsApp para pacientes
+55 19 99727.2904
Envie mensagem e entraremos em contato nos próximos 10 minutos
(das 8h as 17h30)
WhatsApp para CURSOS PROFISSIONAIS
+55 19 99727.2906

Social

© 2017 por Move Comunicação Integrada. Todos os direitos reservados

Responsável técnico: Dr. Gabriel Tilli Politano, CRO-SP: 74.931

Politano clínica odontopediatria e ortodontia Ltda, CRO: 18294